• Marie Heurtin
  • Marie Heurtin
  • Marie Heurtin

Marie Heurtin nasceu cega e surda e, por suas limitações, vive em um mundo próprio, sem se comunicar com as pessoas ao seu redor. Incapaz de lidar com o comportamento violento da filha, o pai de Marie a interna no famoso Instituto Larnay. É lá que a menina conhece a irmã Marie Marguerite, uma jovem freira que a adota como uma filha. Armada de sua fé, a irmã Marguerite vai trabalhar incansavelmente para tirar Marie de seu solitário e silencioso universo próprio. Baseado em uma história real. Do mesmo diretor de Românticos anônimos. Festival de Locarno 2014.

Jean-Pierre Améris

Jean-Pierre Améris

Nasceu em 1961, na França. Graduou-se no Institut des Hautes Études Cinematographiques, em Paris. Com seu segundo filme, Les aveux de l’innocent, ganhou o prêmio da juventurde do Festival de Cannes, em 1996. Dirigiu ainda Más companhias (1999) e C’est la vie (2001), vencedor do prêmio de melhor diretor no Festival de San Sebastián. Em 2010, dirigiu Românticos anônimos, exibido no Festival do Rio.