• Beuys
  • Beuys
  • Beuys
  • Beuys
  • Beuys

Trinta anos depois de sua morte, o artista visual Joseph Beuys continua à frente do seu tempo. Beuys foi o primeiro artista alemão a receber uma exposição individual no Museu Guggenheim de Nova York, enquanto na Alemanha seu trabalho era muitas vezes chamado de “o lixo mais caro de todos os tempos”. Aqui, através de áudios e imagens de arquivo inéditos, Beuys fala por si mesmo, num retrato aberto e subjetivo que, como o próprio artista, abre espaço para ideias ao invés de proclamar verdades absolutas, assim alimentando debates sociais, políticos e morais até hoje. Berlim 2017.

Andres Veiel

Andres Veiel

Nasceu em Stuttgart, na Alemanha, em 1959. Estudou psicologia, direção e dramaturgia em Berlim, sob a tutela de Krzysztof Kieślowski. É diretor de filmes como Balagan (1994) e Black Box BRD (2002), ambos exibidos no Festival de Berlim. Por If Not Us, Who? (2011) recebeu o prêmio Alfred Bauer no mesmo festival. Voltou ao Festival de Berlim em 2006 com Der Kick, adaptação de sua peça de teatro lançada no ano anterior.