• Cartas para um ladrão de livros
  • Cartas para um ladrão de livros
  • Cartas para um ladrão de livros

​Laéssio Rodrigues de Oliveira é considerado pelas autoridades o maior ladrão de livros raros do Brasil. Não é uma trajetória comum a do jovem balconista de padaria, obcecado por papéis antigos, que passa a frequentar altas rodas de colecionadores de arte e, depois, os cadernos policiais. Mas a decisão de contar essa história gera dilemas para os quais nem Laéssio nem o próprio documentário estavam preparados. Ainda que por caminhos tortos, Laéssio evidencia a necessidade de o Brasil cuidar de sua própria história.​

Carlos Juliano Barros, Caio Cavechini
Carlos Juliano Barros, Caio Cavechini

Carlos Juliano Barros, Caio Cavechini

Formados pela Universidade de São Paulo, são jornalistas e documentaristas. Realizaram juntos Carne, osso (DOK Leipzig, É Tudo Verdade e Festival de Gramado 2011), Jaci: sete pecados de uma obra amazônica (É Tudo Verdade 2015), e Entre os homens de bem (2016), exibido em Brasília, Rio, Tiradentes, QueerLisboa e DocsMX, entre outros.

 




SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA