• Dylda
  • Dylda
  • Dylda

​1945, Leningrado. A Segunda Guerra Mundial devastou a cidade, demolindo seus edifícios e deixando seus cidadãos em pedaços, física e mentalmente. Embora o cerco - um dos piores da história - tenha finalmente terminado, a vida e a morte continuam a sua batalha nos destroços que restam. Duas jovens mulheres, Iya e Masha, buscam por sentido e esperança na luta para reconstruir suas vidas. Vencedor do prêmio de melhor direção na mostra Un Certain Regard e do prêmio FIPRESCI no Festival de Cannes 2019. Representante da Rússia no Oscar 2020 de filme em língua estrangeira.​

Kantemir Balagov

Kantemir Balagov

​Nascido em 1991, em Nalchik, Rússia, estudou Economia e Direito. Dirigiu diversas minisséries para a internet antes de descobrir que o cineasta Alexandre Sokurov havia inaugurado uma escola de cinema em sua cidade natal. Após realizar vários curtas, dirigiu seu primeiro roteiro para longa-metragem, Tesnota (2017), lançado na mostra Un Certain Regard, em Cannes, onde ganhou o prêmio FIPRESCI.​