• Hema Hema: padainuok man, kol laukiu
  • Hema Hema: padainuok man, kol laukiu
  • Hema Hema: padainuok man, kol laukiu
  • Hema Hema: padainuok man, kol laukiu
  • Hema Hema: padainuok man, kol laukiu

​Um homem entra em uma clareira, veste uma máscara, toca uma flauta e espera. Ele logo é acompanhado por outras pessoas mascaradas carregando machetes, lanças e arcos. Eles o levam para um lugar no fundo da selva onde uma cerimônia está prestes a começar, e um ancião explica as regras. O ritual ocorre uma vez a cada 12 anos. Começa com a lua cheia, e ninguém pode sair até a lua nova surgir. As identidades por baixo das máscaras não devem ser reveladas. Uma fascinante investigação sobre a natureza humana e como ela se manifesta no mundo moderno da distração sem fim. Locarno e Toronto 2016.​

Khyentse Norbu

Nasceu em 1961, no Butão. Frequentou as mais importantes escolas de budismo tibetano, além de estudar cinema e política nos EUA. Em 1999, dirigiu o primeiro filme butanês, A copa, exibido em festivais como Toronto e Karlovy Vary. Dirigiu ainda Viajantes e mágicos (Toronto 2003) e Vara: uma bênção (2013), exibido nos festivais do Rio e de Tribeca.