• I love kuduro
  • I love kuduro

Na mesma medida em que a internet se espalhou pelo mundo, gêneros musicais nascidos nas periferias do planeta começaram a ser reconhecidos como partes de uma mesma cena global. Funk carioca, moombahton, ghettotech e raggamuffin são ritmos que já eram conhecidos no mundo, mas um novo gênero começou a ganhar maior visibilidade a partir desta conversa planetária – o kuduro, nascido em Angola. Com beats pesados, graves distorcidos, letras pesadas e sensualidade que se esfrega na cara do ouvinte, este gênero é dissecado no documentário do português Mario Patrocínio.

Mário Patrocínio

Nasceu em Portugal, em 1978. Graduou-se em economia e cinema. É também codiretor do longa-metragem Complexo – Universo paralelo (2010), filme realizado ao longo dos três anos em que viveu no Complexo do Alemão, uma das mais perigosas favelas cariocas. I Love Kuduro é seu segundo longa-metragem.