• Las hijas del fuego
  • Las hijas del fuego
  • Las hijas del fuego
  • Las hijas del fuego

​Bem no fim do mundo, três mulheres se encontram por acaso, começando uma jornada poliamorosa que irá transformar as suas vidas. Uma viagem ao longo de estradas e através do tempo que se
transforma em pura alegria, rios de prazer e
diversão. Elas lentamente exploram uma paixão
irreversível e a utopia do amor monogâmico, longe dos sentimentos de posse e de dor, como o inevitável fim de um amor que não se encaixa em lei alguma. Através de suas anotações, Violeta nos conta sobre as aventuras das Filhas do Fogo: um grupo de mulheres em busca de suas próprias descobertas eróticas.​

Albertina Carri
Albertina Carri

Albertina Carri

​Nasceu em 1973, em Buenos Aires. Dirigiu, entre outros, Los rubios (2003) e Géminis (2005), exibidos na Quinzena dos Realizadores, no Festival de Cannes, e na competição do Festival de San Sebástian, e La rabia (2008), exibido no Festival de Berlim. Las hijas del fuego ganhou o prêmio de melhor filme argentino no último BAFICI. Fundou o Asterisco, Festival Internacional de Cinema LGBTIQ da Argentina.​

 

 




SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA