• Mange tes morts
  • Mange tes morts
  • Mange tes morts
  • Mange tes morts
  • Mange tes morts

Moïse Dorkel é um adolescente de 15 anos que pertence a uma comunidade de ciganos. Quando seu tio Fred, irmão de seu pai já falecido, volta para o acampamento depois de muitos anos na prisão, é decidido que Moïse será batizado em um rito de passagem. Os dois, na companhia do irmão mais velho de Moïse, o violento e impulsivo Jo, embarcam então em uma viagem de carro rumo ao mundo dos gadjos. O filme, que conta com um elenco de não atores, foi exibido durante a Semana dos Realizadores no Festival de Cannes 2014.

Jean-Charles Hue

Nasceu em 1968 em Eaubonne, na França. Desde 2003, acompanha a trajetória dos Dorkel, família cigana do norte da França de origem Yenish que atua nos filmes do diretor em papéis baseados em suas próprias vidas. A animação Carne viva, exibida no Festival de Turim (2009) foi seu primeiro longa-metragem, seguido de La BM du Seigneur (2010), filme que retoma o universo cigano de seus curtas. Este é seu terceiro longa.