• Mataram meu irmão
  • Mataram meu irmão
  • Mataram meu irmão
  • Mataram meu irmão
  • Mataram meu irmão

Reconstituindo os detalhes da morte de seu irmão, Rafael Burlan da Silva, ocorrida há 12 anos, o cineasta Cristiano Burlan lança-se em uma jornada pessoal que conduz ao coração de um círculo de violência em torno dos bairros da periferia paulistana, como o Capão Redondo. É lá que morava a família e onde o irmão, de 22 anos, foi morto com sete tiros em 2001. Explorando as razões do envolvimento do irmão com drogas e roubo de carros, o diretor expõe partes de sua própria história familiar.

Cristiano Burlan

Cristiano Burlan

É diretor de cinema e teatro. Atua em produções há 10 anos e teve grande parte de sua filmografia exibida em festivais como o de Havana, É Tudo Verdade e Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Dirigiu filmes como Sinfonia de um homem só (2012) e O boto e o homem (2012).




SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA