• Orson Welles, Autopsie d’une légende
  • Orson Welles, Autopsie d’une légende
  • Orson Welles, Autopsie d’une légende

Monstro sagrado da sétima arte, mito personificado do criador, Orson Welles é o homem que reinventou a linguagem cinematográfica aos 24 anos. Quem se esconde por trás desta figura impressionante? Por que Welles deixou muito mais filmes incompletos do que completos? A chave para esse mistério pode estar em uma frase do próprio diretor: “Eu comecei no topo e desde então venho vindo ladeira abaixo”. O filme é uma viagem ao encontro do homem por trás de sua lenda, em um percurso que nos leva pelo labirinto da sua fantasia e dos seus humores. Cannes Classics 2015.

Elisabeth Kapnist
Elisabeth Kapnist

Elisabeth Kapnist

Diretora e roteirista, é membro fundadora dos Ateliers Varan. Seu primeiro filme, Diadia Pavlik, My Uncle From Russia (1982), contava a história de sua família durante Revolução Russa. Fascinada pela complexidade de grandes artistas, dedicou seu trabalho a fazer retratos de nomes como Jean Cocteau, Nathalie Sarraute e Isadora Duncan. Entre seus filmes estão Lacan: a psicanálise reinventada (2001) e Un écran nommé désir (2006).

 




SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA