• Titicut Follies
  • Titicut Follies
  • Titicut Follies

​Através da rotina do Hospital Estadual de Bridgewater para Criminosos com Transtorno Mentais, o lendário documentário de Frederick Wiseman oferece uma perspectiva ao mesmo tempo crua e doce da internação de presidiários nos EUA dos anos 1960. Chamado de “um pesadelo de obscenidade macabra” pelo Juiz Harry Kalus, da Suprema Corte de Boston, cuja sentença proibiu exibições públicas por mais de 20 anos, o filme documenta as muitas maneiras como os presos eram tratados por guardas, assistentes sociais e psiquiatras. Exibição em cópia restaurada celebrando os 50 anos do primeiro filme de Wiseman.​

Frederick Wiseman

​Nasceu em 1930, em Boston. É um dos principais nomes do documentário, tendo dirigido mais de 40 filmes. É um dos precursores do movimento que ficou conhecido como Cinema Direto, com filmes como Violência doméstica (2001), La Danse (2009), Boxing Gym (Cannes, 2010), Crazy Horse (2011), Em Berkeley (2013), Em Jackson Heights (2015) e Ex Libris: Biblioteca pública de Nova York (2017), também exibido nesta edição do Festival.

 

 




SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA