O ator Ben Stiller é o protagonista de O estado das coisas (Brad’s Status), segundo longa-metragem do diretor Mike White, que entrou em cartaz no circuito. Parte da Mostra Panorama do Cinema Mundial, do Festival do Rio e do Festival de Toronto 2017, a comédia dramática conta a história de Brad Sloan, de 47 anos, que vai acompanhar seu filho Troy (Austin Abrams),na busca por uma boa universidade na Costa Oeste dos Estados Unidos.

Porém, nesse processo, ele começa a se comparar com antigos colegas da faculdade (interpretados por Luke Wilson, Jermaine Clement e Michael Sheen) que encontraram riqueza e fama trabalhando no mercado financeiro, em filmes de Hollywood ou no mundo da política. E ostentam todo seu estilo de vida luxuoso nas redes sociais.

Apesar de seu emprego estável em uma ONG, sua casa confortável em Sacramento, uma esposa amorosa (Jenna Fisher) e um filho musicalmente talentoso, ele se sente um fracasso e fica se remoendo com a riqueza, poder e fama que seus companheiros de classe alcançaram. Ele errou nas escolhas? Por que a grama dos amigos é sempre mais verde?

Obcecado em ser o mais bem-sucedido entre seus ex-colegas (se exibindo com aquilo que nem tem), ele é forçado a rever seus conceitos ao reencontrar um velho amigo. E assim, centrar suas forças em participar da transição de seu filho para o mundo do ensino superior.

Sobre o diretor

Mike White nasceu em Pasadena, Califórnia, em 1970. Estudou na Escola Politécnica de Pasadena e na Wesleyan University. É roteirista, ator, produtor e diretor. Escreveu filmes como Chuck & Buck: O passado te persegue (2000), Por um sentido na vida (2002) e Escola do rock (2003), entre outros. Em 2011, criou a série Enlightened, produzida e exibida pela HBO. Seu primeiro longa como diretor foi Amor pra cachorro (2007). 




Voltar