Depois de passar pela Première Brasil do Festival do Rio 2017, o longa-metragem ‘Como É Cruel Viver Assim’, de Julia Rezende, será exibido em Miami, Paris e Chicago, antes de estrear no Brasil, em agosto. No sábado, dia 17 de março, o filme foi exibido na categoria não competitiva ‘Cinema 360’, do Miami International Film Festival. No dia 9 de abril, o filme fará parte do 20th Festival de Cinema Brasileiro de Paris e, nos dias 16 e 18, será exibido no 34th Chicago Latino Film Festival. 


Produzido por Mariza Leão e Erica Lootty, Como É Cruel Viver Assim tem uma narrativa ácida, que mistura drama, humor e melancolia. Quatro fracassados, interpretados por Marcelo Valle, Fabiula Nascimento, Silvio Guindane e Debora Lamm, decidem fazer algo importante e armam um plano absurdo: seqüestrar um milionário. Mas não têm nenhuma experiência com crimes nem noção do que essa operação pode envolver. O elenco também conta com Paulo Miklos, Otávio Augusto e Milhem Cortaz, que fazem um trio de bandidos, além de uma participação especial de Marcius Melhem, no papel de um farmacêutico.



Voltar
SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA