Cena de The Director - Uma criadora na Gucci

Dois documentários selecionados para a mostra Itinerários Únicos jogam luz sobre os bastidores de mundos distintos dentro do universo da moda. The Director – Uma criadora na Gucci é o resultado de um ano de filmagem da rotina de trabalho de Frida Giannini, diretora de criação que deu novo fôlego à marca italiana. O filme se passa em cenários variados, que vão dos escritórios da grife até aos estúdios da Cinecittà; e extrapola o universo das passarelas, dando atenção à visão artística da estilista, seu processo de trabalho e influências criativas, registrando a marca que Giannini deixa numa indústria dominada por homens. Vale lembrar que as mudanças que ela instaurou na Gucci vieram depois dos anos Tom Ford.

Outro lado desse universo é o das revistas que cobrem e reproduzem a moda. É esse cenário que serve de pano de fundo para Carine Roitfeld, Mademoiselle Vogue, retrato da mais icônica editora de moda da última década. Ex-modelo e editora da Vogue Paris entre 2001 e 2011, Carine esbanjou ousadia, rivalizando com Anna Wintour, da Vogue America. A rotina de Carine é apresentada através do processo de preparação de sua nova revista, a CR Fashion Book. O filme conta com entrevistas e participações de nomes como Tom Ford, Jean Paul Gaultier, Donatella Versace e Karl Lagerfeld.

Além desses dois documentários, os aficionados por moda vão se animar também em conferir o novo filme do francês François Ozon, Jeune et Jolie. O longa é protagonizado pela supermodel Marine Vacht, estrela das passarelas de Paris. Marine substituiu Kate Moss na campanha do perfume Parisienne, um dos carros-chefes da marca Yves Saint Laurent. No longa, ela é Isabelle, jovem que decide se tornar prostituta, mesmo com sua confortável condição social.

Marine Vacht em Jeune et Jolie

Você poderá conferir os três filmes em breve, no Festival do Rio.



Voltar