Por: Ana Vigna

Em um gênero que não é nada conhecido pelo publico cinematográfico, Filme Ensaio se torna quase que essencial para o ator brasileiro. Com todo o seu olhar sensível e carinhoso, Maria Flor consegue trazer as telas uma obra regada de ensinamentos, risos, paixão, choros e verdades. Após a exibição de hoje (8/11), rolou um debate mediado por Denise Trindade e com a presença da diretora, o roteirista Emanuel Aragao e a montadora Isabel.

A mediadora começa elogiando o trabalho e perguntando sobre o processo de criação que vem sendo elaborado desde 2014, Flor conta que uma das maiores motivações ao fazer o longa foi que ela nunca fez teatro e queria de alguma se aproximar dessa obra e por isso acompanhou os ensaios da peça, afirma também que não tinha roteiro e nem uma pretensão para chegar ao filme em si, tudo aconteceu apenas através da captação das imagens que ao final tinham mais de 100 horas de gravação e a partir dai, os roteiristas Emanuel e Adriano Guimarães entram no projeto para complementar a narrativa e criar o longa. 

Emanuel conta: “A gente começou a pensar em como viabilizar pra talvez tentar fazer aquela coisa, porque talvez se a gente botasse aquelas imagens na tela sem alguma mediação talvez não fosse possível assistir aquele material”. O filme segue as atrizes Andréa Beltrão, Malu Galli e Mariana Lima nos ensaios da peça teatral Nômades, e conta com a narração de Maria Flor, que mais vira uma personagem do que uma narradora em si.

Segundo Aragão, a ideia do nome Filme Ensaio surgiu antes mesmo da equipe saber da existência do gênero e que no final o filme ja havia passado por mais de 20 versões ate chegar essa final. Na escolhe de imagens, Flor compartilha: “Foi muito difícil escolher essas imagens porque tinha muita coisa, muita repetição delas e eu gostava muito dessa repetição, eu queria muito que tivesse essa ideia de fazer várias vezes e tinha falas maravilhosas.”

O longa está passando na mostra Retratos da Premiére Brasil no Festival do Rio.




Voltar
SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA