CONHEÇA OS JÚRIS OFICIAIS DO FESTIVAL DO RIO 2021


Première Brasil – Ficção e Documentário

PATRÍCIA ANDRADE - Presidente do júri
Patrícia Andrade é carioca e jornalista. Desde 2000 assina roteiros de filmes, séries e peças de teatro musical. Entre os quais, "2 filhos de Francisco" (2005), "Gonzaga – De pai para filho" (2012), "Nise – O coração da loucura" (2015), "Entre irmãs" (2017), "O canto da sereia" (2013) e "Elis – A musical" (2013). Atualmente na HBO Max, é responsável pela supervisão, apresentação e desenvolvimento de projetos originais.

BIA SALGADO
Bia Salgado é carioca e figurinista com mais de 30 anos de carreira. Tem no currículo títulos como "Cidade de Deus" (2002), "A dona da história" (2004), "Noel: Poeta da Vila" (2006), "Chico Xavier" (2010), "Serra Pelada" (2013), entre outros. Entre seus trabalhos mais recentes estão os figurinos de "Veneza" (2019) e da série da TV Globo "Segunda Chamada" (2019).

GUSTAVO PIZZI
Gustavo Pizzi é diretor, roteirista e produtor. Dentre seus principais filmes estão "Riscado" (2010), "Benzinho" (2018) e a série "Os últimos dias de Gilda" (2020). Seus trabalhos já foram exibidos em festivais como Berlim, Sundance, SXSW, Rotterdam, Karlovy Vary, entre outros.

QUITO RIBEIRO
Quito Ribeiro é montador, nascido em Salvador. Sua trajetória inclui mais de vinte longas-metragens e documentários, além de séries e programas de TV. Entre os filmes que montou constam "M-8: Quando a morte socorre a vida" (2019), "Tim Maia" (2014), "Paraísos artificiais" (2012), "5x favela, agora por nós mesmos" (2010) e "Bróder" (2009).

SUZANA PIRES
Suzana Pires acumula 30 anos de carreira como atriz e 20 como autora. Atuou em 15 novelas, dez seriados e 11 filmes. Segue trabalhando como atriz na Rede Globo e, como autora, desenvolve projetos para o mercado nacional, através da Dona de Si Conteúdos. Também atende o mercado internacional, desenvolvendo projetos autorais para a Avallon Studios em Los Angeles.

Première Brasil Novos Rumos

EMÍLIO DOMINGOS - Presidente do júri
Dirigiu e roteirizou três longas documentários premiados no Festival do Rio: "Favela é moda" (2019); "Deixa na régua" (2016) e "A batalha do passinho" (2012). Seu primeiro longa, "L.A.P.A." (2008), ganhou o Festival Câmera Mundo na Holanda. Diretor geral da série "O enigma da energia escura" (2021), no GNT.

ALICE FURTADO
Estreou seu primeiro longa-metragem, "Sem seu sangue" (2019), na Quinzena dos Realizadores, em Cannes. Realizou os curtas "Duelo antes da noite" (2011) e "A rã e Deus" (2013). Como montadora, trabalhou em mais de 20 produções, como o filme "El auge del humano" (2016) e a série "Os últimos dias de Gilda" (2020).

MARIANA GENESCÁ
Mariana Genescá é produtora de documentários com foco em temáticas sociais. Já produziu diversos longas, médias-metragens e séries, entre eles o premiado filme "Espero tua (re)volta" (2019), que teve sua estreia mundial no Festival de Berlim.

RioFilme