• La vita in comune
  • La vita in comune

​Em Disperata, uma pequena cidade no sul da Itália, o melancólico Filippo Pisanelli se sente terrivelmente incompetente em seu papel de prefeito. Somente seu amor pela poesia e sua paixão pelas leituras que faz aos detentos da região dão algum alívio a seu estado de depressão. Na prisão, ele conhece Pati, um ladrão de galinha também nascido em Disparata. O ladrãozinho e seu irmão sonhavam em se tornar os chefes da máfia de Capo di Leuca, mas o encontro com a literatura muda tudo, e uma amizade incomum surge entre os três, potencializando escolhas corajosas. Festival de Veneza 2017.​

Edoardo Winspeare

Nasceu em 1965 em Klagenfurt, na Áustria. Em 1996 recebeu o prêmio de melhor novo diretor no Festival de San Sebastian, por Pizzicata. Voltou ao festival em 2000 com Sangue vivo. Por Il miracolo (2003), recebeu o Prêmio da Cidade de Roma no Festival de Veneza. Dirigiu ainda Galantuomini (2008), La festa che prende fuoco (2009), Sotto il Celio Azzurro (2009), L'anima attesa (2013) e In grazia di Dio (2014), exibido no Festival de Berlim.