• Netemo sametemo
  • Netemo sametemo
  • Netemo sametemo
  • Netemo sametemo

​Asako e Baku vivem um romance intenso e avassalador, porém, certo dia, o temperamental Baku desaparece. Dois anos mais tarde, depois de se mudar de Osaka para Tóquio, Asako encontra o duplo perfeito de Baku. O mesmo diretor que já havia atraído atenção em 2015 com um filme de mais de cinco horas, o aclamado Happy Hour, retorna com esta obra, baseada em um livro da escritora japonesa Tomoka Shibasaki, para traçar a trajetória de um amor, ou, para ser exato, dois amores, encontrados, perdidos, deslocados e recuperados. Indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes. ​

Ryûsuke Hamaguchi

Ryûsuke Hamaguchi

​Nasceu em 1978, no Japão. Seu longa-metragem Happy Hour (2015) começou a ser elaborado enquanto ele participava de um programa de residência artística no KIITO Design and Creative Center, em Kobe, no Japão, em 2013. As quatro protagonistas compartilharam o prêmio de melhor atriz e o roteiro recebeu o prêmio de Menção Especial no Festival de Locarno em 2015.​

 

 




SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA