• Praça Paris
  • Praça Paris
  • Praça Paris
  • Praça Paris

​Gloria é ascensorista na UERJ. Ela foi criada e vive até hoje no Morro da Providência. Filha de um pai abusivo, quando se vê livre dele, passa para as mãos de um irmão, chefe do tráfico, que ainda se faz presente e exerce enorme influência sobre sua vida, mesmo estando preso. Camila é uma jovem psicanalista portuguesa que está no Brasil para estudos de pós-graduação sobre violência também na UERJ, onde começa a atender Gloria em seu consultório. É estrangeira e deslocada em meio ao caos de uma cidade desigual, ruidosa, hostil e em constante transformação. Um vínculo entre elas se inicia.​

Lucia Murat
Lucia Murat

Lucia Murat

​Nasceu em 1945, no Rio de Janeiro. Seu primeiro longa, Que bom te ver viva (1988), ganhou melhor filme do júri, público e crítica em Brasília. Fez ainda Doces poderes (1996, Sundance e Berlim), Brava gente brasileira (2000), Quase dois irmãos (2004), prêmio de melhor direção no Festival do Rio, Maré, nossa história de amor (2007), Uma longa viagem (Gramado 2011), A memória que me contam (2013), A nação que não esperou por Deus (2015) e Em três atos (2015).