• The Magnificent Ambersons
  • The Magnificent Ambersons
  • The Magnificent Ambersons
  • The Magnificent Ambersons
  • The Magnificent Ambersons
  • The Magnificent Ambersons

A bela Isabel reina na mansão Amberson, a mais espetacular de Indianápolis. Quando jovem, iria se casar com o inventor Eugene, mas ele a humilhou em público e ela optou por Wilbur Minafer. O casal tem um filho, George, que cresce e vira um homem arrogante. Após a morte de Wilbur, Eugene, agora rico, corteja novamente Isabel. George, porém, deseja a mãe só para si e faz de tudo para atrapalhar o namoro. Com a ajuda da tia Fanny, ele provoca uma série de infortúnios que se abate sobre os Amberson. Indicado a quatro Oscar, incluindo melhor filme, Soberba foi reeditado pelo estúdio antes de seu lançamento comercial. Esta cópia é a resconstituição mais próxima à visão original de Orson Welles.

Orson Welles

Orson Welles

Nasceu em Kenosha, Wisconsin, EUA, em 6 de maio de 1915. Foi ator, diretor, roteirista, dramaturgo e produtor para cinema, teatro e rádio. No teatro, dirigiu montagens que marcaram época. Em seu programa de rádio, fazia versões de obras clássicas e abalou o país ao adaptar A guerra dos mundos, de H. G. Wells. Esse foi seu passaporte para Hollywood, onde estreou aos 26 anos com Cidadão Kane (1941), pelo qual ganhou o Oscar de roteiro original. Bem recebido pela crítica, o filme ganhou reconhecimento internacional por suas inovações narrativas. Daí em diante, sua relação com Hollywood e produtores foi de altos e baixos, com projetos iniciados e deixados de lado, e outros modificados por terceiros. Dirigiu 11 longas completos, incluindo clássicos como Soberba (1942), A dama de Xangai (1947), A marca da maldade (1958) e O processo (1962), além de três adaptações de Shakespeare: Macbeth (1948), Otelo (1952) e Falstaff – O toque da meia-noite (1965). Faleceu em 1985, em Los Angeles.