Este ano, o Festival do Rio exibirá uma mostra especial dentro da já tradicional Panorama do Cinema Mundial. Será a Panorama: Grandes Mestres, que junta 17 filmes dirigidos pelos maiores nomes do cinema mundial em atividade.

Da Ásia, virão os novos filmes de Hong Sang-soo (A montanha da liberdade, exibido em Veneza 2014, e Right Now, Wrong Then, ganhador do Leopardo de Ouro de Locarno 2015) e Tsai Ming-liang (À tarde, uma extensa conversa com seu ator-fetiche, Lee Kang-cheng).

A França marca presença com o veterano Philippe Garrel, com seu À sombra de uma mulher, que abriu a Quinzena dos Realizadores de Cannes este ano. Já a belga Chantal Akerman desnuda sua relação com sua mãe no documentário Não é um filme caseiro.

Já os irmãos italianos Paolo e Vittorio Taviani estarão presentes com Maravilhoso Boccacio, releitura e tributo a Decamerão, uma das maiores obras literárias de todos os tempos. Também da terra de Fellini chega o novo trabalho de Nanni Moretti, Mia madre, que foi exibido na competição de Cannes deste ano.

A latinidade chega com o mexicano Arturo Ripstein e seu A rua da amargura e com o espanhol Calors Saura, com Argentina, olhar musical sobre o folclore argentino.

E a festa não para por aí: há ainda novos trabalhos de Wim Wenders (Tudo vai ficar bem, exibido em Berlim), Peter Bogdanovich (a comédia Um amor a cada esquina) e três destaques do Festival de Veneza: os novos de Jerzy Skolimowski (11 minutos, foto acima), Amos Gitai (Rabin, The Last Day) e Aleksandr Sokurov (Francofonia).

Por fim, dois dos principais nomes do documentário de todos os tempos também terão seus filmes exibidos: Frederick Wiseman com seu Em Jackson Heights e Albert Maysles com Em trânsito, codirigido com Lynn True, Nelson Walker, David Usui e Ben Wu.

Confira a programação completa da mostra Panorama: Grande Mestres.



Voltar
SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA