O Brasil está presente no novo filme do premiado diretor nova-iorquino, Ira Sachs (Deixe a luz acesa e O amor é estranho). Parte da seleção do Festival de Berlim 2016, o longa-metragem Melhores Amigos (Little Men) tem roteiro do carioca Mauricio Zacharias Madame Satã, O Céu de Suely) e produção de Rodrigo Teixeira, da RT Features, que possui uma ampla atuação internacional.

A trama conta a história de Jake, um menino de treze anos que sonha em se tornar um artista. Ele se muda com a família para a casa do avô, recém falecido, no Brooklin. No enterro, ele conhece o garoto Tony, filho da costureira chilena que aluga a loja localizada no térreo do imóvel, e logo se tornam melhores amigos.

Porém, quando seu pai decide aumentar consideravelmente o valor do aluguel, começa um conflito entre as duas famílias. Alheios às brigas dos adultos, os meninos sonham em estudar arte em uma escola de prestígio. O filme faz uma crítica ao tão atual processo de gentrificação, que substitui uma parte da população de baixa renda de uma região da cidade, por outra mais abastada, com maior poder aquisitivo.

Na noite de 9 de outubro, o filme, parte da Mostra Panorama, teve sua estréia de gala no Festival do Rio 2016.A sessão aconteceu no Estação NET Ipanema e contou com a presença de Mauricio Zacharias e Rodrigo Teixeira.

“Eu gostaria de agradecer ao festival em nome do Ira. É uma honra para ele ter seus filmes exibidos aqui. Melhores Amigos começou no Sundance Film Festival e teve uma repercussão muito boa. Estreou nos cinemas americanos em julho e acaba de ganhar um prêmio na França, no Deauville Film Festival”, contou o produtor.

“Este filme tem uma história bacana. Eu e Mauricio nos conhecemos há 13 anos. A gente vem tentando fazer filmes no Brasil, mas nunca conseguiu. Mas fizemos dois nos Estados Unidos. Então é uma parceria muito bacana e a gente consegue levar um pouco do país para o mercado norte-americano. Mas, em breve, vamos fazer um filme brasileiro!”, completou.

O roteirista Mauricio Zacharias explicou que, a maior inspiração para este filme, passado no Brooklin, aconteceu a duas quadras do cinema. “A minha família tem uma loja aqui em Ipanema e a inquilina um dia resolveu parar de pagar o aluguel e continuou trabalhando da forma mais normal possível. Como se fosse uma provocação, um desafio à nossa família. É claro que toda história tem dois lados, essa mulher tem uma filha, uma história que eu não sei qual é, mas me fez pensar e criar a trama deste filme”.

Ilda Santiago, diretora do Festival do Rio, também participou da sessão. “É uma honra muito grande ver uma sala cheia. Se tem alguma coisa que um festival pode fazer pelo cinema, pela construção da ideia do cinema, é exatamente poder manter o público informado sobre a carreira de um diretor. O Festival do Rio gosta de fazer isso. Para nós é importante que o público acompanhe a trajetória de determinados diretores. Ao longo da nossa história tivemos sempre a sorte de ter diretores muito especiais, muito importantes que foram sendo vistos pelo público brasileiro, carioca. E o Ira Sachs é um diretor que a gente acompanha, um amigo. Faz parte da ‘família’ do Festival do Rio. Para nós é sempre um prazer ter um filme dele”, contou.

Melhores Amigos ainda será exibido na quarta, dia 12/10, às 16h20, no Estação NET Botafogo 1, e na quarta 19/10, às 14h50, no Roxy 1. Para saber mais, acesse: http://www.festivaldorio.com.br/br/filmes/little-men




Voltar
SESC GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA CULTURA ANCINE FSA BRDE CIMA CANAL BRASIL CANAL CURTA ADORO CINEMA IEH TELECINE GLOBO FILMES FIRJAN CAIXA SEGURADORA PETROBRAS LEI DE INCENTIVO A CULTURA