Com sessões gratuitas, parte da programação da Mostra Geração, segmento infantojuvenil do Festival do Rio, ocupa o belo prédio do Centro Cultural Justiça Federal (Avenida Rio Branco, 241, Cinelândia). Na lista, entre variados títulos nacionais, despontam duas atrações estrangeiras, que chegam à cidade em mostras do Festival do Rio 2018: “RBG: Hero. Icon. Dissenter”, presente na mostra Itinerários Únicos, e “Longe da árvore”, título da mostra Expectativa.

“RBG”, de Betsy West e Julie Cohen, um documentário sobre a poderosa juíza da corte americana Ruth Bader Ginsburg, será exibido na quarta (7/11), às 17h. No dia seguinte, quinta (8/11), às 17h30, a vez é de “Longe da árvore”. Dirigido por Rachel Dretzin, o filme, inspirado no livro “Longe da Árvore: pais, filhos e a busca da identidade”, best seller de Andrew Solomon, aborda problemas enfrentados em família para revelar exemplos inspiradores de empatia e respeito às diferenças. As duas sessões serão seguidas de debate – os encontros no CCJF são promovidos em parceria com o Instituto Alana, organização da sociedade civil voltada para o direito e o desenvolvimento da criança e novas formas de bem viver.

SAIBA MAIS SOBRE A PROGRAMAÇÃO DA MOSTRA GERAÇÃO NO CCJF

QUA (07/11)

14h30 Lino, uma aventura de sete vidas Direção: Rafael Ribas

16h30 Terra cabocla Direção: Ralf Tambke

17h RBG: Hero. Icon. Dissenter Direção: Betsy West e Julie Cohen (Sessão seguida de debate)

18h30 Altas expectativas Direção: Álvaro Campos e Pedro Antônio Paes

QUI (8/11)

14h30 e 18h30 1817 - A revolução esquecida (após a primeira sessão, debate com convidados TV escola). Direção: Tizuka Yamasaki

17h30 Longe da Árvore Direção: Rachel Dretzin (Sessão seguida de debate)

SEX (09/11)

14h30 Lua em sagitário Direção: Marcia Paraíso

16h30 As duas Irenes Direção: Fabio Meira

18h30 Um filme de cinema Direção: Walter Carvalho




Voltar